CLICK HERE FOR BLOGGER TEMPLATES AND MYSPACE LAYOUTS »

26 de julho de 2009

Desilusão é resultado de ilusão? Provavelmente sim, provavelmente iludi-me, imaginei o que não és nem queres ser, imaginei em ti a minha “salvação” e, com tudo isto ainda me colocas-te mais perto do abismo. Não julgo todos por igual mas, cada vez acredito menos na sinceridade, na honestidade dos actos das pessoas, parece estar instituido que tem que haver sempre algo por trás de cada gesto, de cada palavra: um interesse próprio, egoísmo puro e duro. Sendo justa ou não, adquiri esse direito … não posso continuar a entregar-me às pessoas de corpo e alma … não posso permitir que me magoem gratuitamente, não posso mesmo! Como se costuma dizer, elas não matam mas aleijam … e, estas pancadas magoam mesmo.
A vida é mesmo assim, feita de ilusões e desilusões que nos ajudam a crescer, a aprender e, de todas as que tenho tido tento ver sempre o lado positivo, todas elas me tornaram naquilo que sou hoje, tornaram-me mais forte, ciente do que sou capaz, mais determinada. Mas, também há o lado negativo que vai além da dor, da mágoa … é a frieza que vou adquirindo, a capa que vou construindo à minha volta, a injustiça que me faz, por vezes, julgar todos por igual.

3 comentários:

Boneca de trapos disse...

Boa semana.
Bjs

Boneca de trapos disse...

Hoje é o Dia da Amizade.
Desejo-te um dia muito especial amiga.

Bjs

Filipa Soares disse...

um dia alguém me disse, desilusão não mata, ensina a viver. após ler o teu texto percebi que não sou a unica a sentir-me dessa maneira, adoreii:)